quinta-feira, maio 04, 2006

Operação Mumemo















O curso

A formação que terá lugar em Mumemo – Maputo, entre 3 de Maio e 2 de Agosto de 2006 é promovida pela ONG APOIAR e realizada por mim próprio e pelas arquitectas Patrícia Bruno e Teresa Beirão, sendo coordenada por esta última.
O programa consiste na realização de um curso de formação de formadores, com abrangência na construção civil em geral, mas com especial destaque para as técnicas de construção com terra crua, sobretudo a taipa, o adobe e o BTC (bloco de terra comprimida).
Este curso constituir-se-á por módulos teóricos, técnicos e práticos, podendo-se resumir o programa da seguinte forma:
Teoria:
- Conceitos gerais de construção
- Noções básicas de geometria
- Análise de desenho técnico
- Utilização de terra crua na construção
- Segurança e Higiene no trabalho
- Organização e gestão de estaleiro
Técnica:
- Marcações no terreno
- Análise de terras
- Controlo de qualidade
Prática:
- Construção de um edifício de raiz, em técnicas e materiais diversos, incluindo a construção e fabrico de todos os materiais e componentes
O curso destina-se a alunos do bairro de Mumemo – que foi criado para realojar as vítimas das cheias de 2000 em Maputo – e pretende formar futuros construtores para que estes possam responder às necessidades de construção, de forma simples e económica, na região, utilizando materiais disponíveis, locais, económicos e de qualidade.
São, igualmente, objectivos do curso, a criação de postos de trabalho, quer para os próprios alunos, quer através do incentivo à criação de pequenas empresas de construção por aqueles.
Pretende, ainda, formar futuros formadores capazes de reproduzir eficientemente a presente formação noutros locais e contextos.
É, igualmente, nossa preocupação, o estudo de técnicas e práticas locais e a sua adaptação e integração no projecto.


Calendário das operações:
Eu ficarei por cá todo o tempo do curso – de Maio a Agosto. A Teresa Beirão veio comigo mas volta para Portugal no dia 21 de Maio, e depois regressará para as duas últimas semanas de curso, já no final de Julho. E a Patrícia Bruno chegará no dia 17 de Maio e fica até meio de Julho.

2 comentários:

Tbeirao disse...

Miguel, a sua descrição dos acontecimentos é bastante elucidativa da nossa epopeia e dos contratempos que enfrentámos. Já de volta em Portugal, mais precisamente em S. Luís, no Alentejo Litoral, ainda estou com o coração em Mumemo!
Espero que esteja tudo a correr bem e que do quartel general, agora sem o dito, saiam as directivas correctas para chegarmos a bom porto! As espectativas são altas! Até já se está a programar uma festa de encerramento do curso e de inauguração do produto final da obra, que é melhor não especificar porque pode ainda sofrer mutações derivadas de possíveis e imprevisíveis acontecimentos!
Todos os dados e necessidades prementes foram relatados à Laura Gonçalves Pereira, presidente da ONG, que vai estar aí no dia 25 e vai acompanhar de perto os trabalhos.
Podem contar com tudo o que for necessário e que estiver ao meu alcance. Um abraço, Teresa Beirão

Anónimo disse...

5 estrelas amigo!
Parabéns pelo blog e obrigado por tanta informação tão útil num país tão bonito com um povo tão simpático!
Frederico
Porto, Portugal